Foram divulgadas, há poucas horas, novas informações sobre o primeiro DLC do Shadow of the Tomb Raider, intitulado "The Forge"...


Foram divulgadas, há poucas horas, novas informações sobre o primeiro DLC do Shadow of the Tomb Raider, intitulado "The Forge". 

Esta expansão fará parte de um total de 7 DLC's, contendo uma nova narrativa, um novo túmulo e oferecendo à Lara uma nova habilidade, roupa e uma arma após o DLC ser completado. The Forge vai estar disponível a 13 de Novembro

"Lara deve enfrentar a Forja inundada de lava dos deuses caídos para desvendar os segredos de Kuwaq Yaku. Ao longo da sua jornada, ela descobrirá coisas sobre o antigo legado de um amigo e superará um perigo que há muito se acredita estar perdido em chamas. The Forge oferece um novo túmulo de desafio, jogável tanto em solo como em co-op."

Os modos "Score Attack" e "Time Attack" também ficarão disponíveis no dia de lançamento deste DLC, sendo um deles familiar por estar presente no jogo anterior. 




No entanto, houve algum descontentamento por parte dos fãs com este comunicado, pelo facto de que o primeiro DLC seria originalmente lançado durante o mês de Outubro. The Forge vai estar disponível gratuitamente para todos os jogadores que tenham o Season Pass e estará à venda individualmente pelo preço de $4,99.

Fique atento ao CROFT PT para estar sempre a par de todas as novidades sobre a Lara Croft! Siga-nos nas nossas redes sociais:

FACEBOOK | INSTAGRAM | YOUTUBE | TWITTER | DEVIANTART

Shadow of the Tomb Raider é o capítulo final da trilogia sobre a origem da Lara Croft, a famosa arqueóloga e exploradora de túmulos e em...


Shadow of the Tomb Raider é o capítulo final da trilogia sobre a origem da Lara Croft, a famosa arqueóloga e exploradora de túmulos e em breve todos os fãs poderão experienciar o “fim do começo”, mas até lá, fique com a nossa crítica/review do jogo. Obrigado Square Enix, por nos fornecer uma cópia antecipada do mesmo.

Todo o enredo do Shadow of the Tomb Raider baseia-se na resolução de um problema originado pela própria Lara, quando esta retira um artefacto de um túmulo, em Cozumel, dando início a um apocalipse Maia. A narrativa tem um ritmo inical agradável, mas o mesmo abranda quando o jogador chega ao maior HUB alguma vez visto num jogo Tomb Raider, Paititi.


É devido à grande dimensão de Paititi que Shadow of the Tomb Raider se assemelha a um pequeno jogo de mundo aberto, disponibilizando ao jogador várias missões secundárias, desafios, muitos itens para colecionar e claro, vários túmulos por desvendar. No entanto, devido ao ambiente calmo e de pouca ação, torna-se cansativo finalizar as missões principais e avançar para as seguintes, sempre dentro do mesmo HUB. As missões secundárias são bastante simples, pobres em termos de narrativa e não oferecem recompensas de grande valor. Ao longo dos 3 HUB’s do jogo, a Lara encontra vários comerciantes, dos quais pode adquirir novas armas, roupas e recursos, ao pagar com moedas. O jogador também pode vender recursos nesses mesmos comerciantes. Contudo, é incrívelmente fácil adquirir novos equipamentos, por haver uma grande facilidade de acumulação de ouro e jade, que podem ser vendidos por valores mais elevados, que dão um maior número de moedas. Shadow of the Tomb Raider é o jogo da trilogia que conta com menos combate e isso reflete-se nas melhorias das armas, pois são bastante acessíveis de adquirir, possibilitando a melhoria máxima de uma só vez, assim que uma nova arma é desbloqueada.


Algo que foi bem apreciado foi a mudança, para melhor, no desenvolvimento da Lara assim como do Jonah, o seu amigo. Shadow of the Tomb Raider retrata um novo lado da Lara Croft, um lado emocional que estava em falta nos 2 jogos anteriores. Neste último capítulo, Lara tem momentos de alegria, tristeza, raiva e alguns outros que serão adorados por muitos fãs!

Shadow of the Tomb Raider não inova muito em termos de habilidades, obrigando o jogador a desbloquear algumas habilidades já adquiridas nos jogos anteriores. A jogabilidade é igual à do jogo anterior com a substituição de alguns elementos, sendo o mais notável o uso do rapel. Lara consegue, agora, expandir os seus limites ao explorar a selva da Amazônia ou os templos e túmulos subterrâneos, pois cria novas estratégias de exploração e fornece ao jogador uma linguagem visual mais diversificada entre cada cenário. A exploração voltou a ser o foco principal do jogo e o jogador passará a maior parte da campanha principal dentro de túmulos a resolver puzzles. Os puzzles são agora mais complexos e desafiantes, pois não se baseiam apenas no uso do arco como fonte de resolução e contam com alguns elementos clássicos, como as alavancas e o uso de tempo limitado para determinadas ações.


O jogo contém paisagens e cenários incríveis e uma diversidade aceitável, tendo em conta que o enredo decorre na selva da Amazônia. Todos os efeitos sonoros e a banda sonora encaixam na perfeição com os acontecimentos do jogo, intensificando o ambiente dos acontecimentos importantes. Este é o jogo com uma das mais belas bandas sonoras, que incluí músicas mais melódicas e outras mais tribais dando destaque à percursão e instrumentos originais da cultura retratada no jogo.

Em relação ao desenvolvimento narrativo, o jogo carece de uma construção e evolução mais marcante da Lara. Apesar de existir uma evolução na personagem, o desfeixo do jogo não é suficientemente convincente, podendo ter sido melhor como conclusão da trilogia. No entanto, não deixa de ser um bom jogo, incorporando momentos nostálgicos e que entreterá os jogadores por muitas horas.


Fique atento ao CROFT PT para estar sempre a par de todas as novidades sobre a Lara Croft! Siga-nos nas nossas redes sociais:

FACEBOOK | INSTAGRAM | YOUTUBE | TWITTER | DEVIANTART

O CROFT PT celebra o seu 2º aniversári o  numa homenagem aos 20 anos do Tomb Raider III com uma nova e exclusiva arte da Lara Croft, ...


O CROFT PT celebra o seu 2º aniversárinuma homenagem aos 20 anos do Tomb Raider III com uma nova e exclusiva arte da Lara Croft, feita em conjunto com um dos nossos seguidores! Alguns devem se lembrar de que andámos a pedir aos nossos seguidores que nos enviassem desenhos originais da Lara Croft, para fazerem parte de um pequeno projecto que o fansite oficial andava a desenvolver.

Após recebermos todos os esboços, foi feita a selecção da melhor ideia para ilustrar a Lara clássica e o desenho escolhido foi o da Rebecca Argent. A arte que vai ser de seguida foi feita por Martim Monteiro e é o render mais detalhado e o mais dispendioso, por ter demorado cerca de 2 semanas para estar concluído. Esperemos que goste!


 TOMB RAIDER III TRIBUTE - DOWNLOAD 


Transfira a versão completa da nossa nova arte, em formato 16:9 e com a resolução de UHD 4K, através do portefólio online do artista Martim Monteiro.

 SORTEIO 

Para continuar com as celebrações, está a decorrer um sorteio na nossa página do Facebook, onde premiaremos dois dos nossos seguidores, com 2 fantásticos prémios para Steam/PC. Os vencedores serão anunciados dia 5 de Setembro! Para participar clique aqui para aceder ao sorteio.

 ATUALIZAÇÃO 

O sorteio encontra-se encerrado! Parabéns ao Leandro Silva e Marcos Vera, por serem os vencedores do nosso primeiro sorteio!

Fique atento ao CROFT PT para ficar a par de todas as novidades sobre os jogos Tomb Raider! Siga-nos nas nossas redes sociais!

FACEBOOK | INSTAGRAM | YOUTUBE | TWITTER | DEVIANTART

Foi anunciada uma funcionalidade de jogo muito esperada e desejada por grande parte da comunidade de fãs... A Square Enix acaba de anunc...


Foi anunciada uma funcionalidade de jogo muito esperada e desejada por grande parte da comunidade de fãs... A Square Enix acaba de anunciar o modo "Novo Jogo+" através dos meios de comunicação oficiais do Tomb Raider e nós vamos dar uma olhadela nas novas opções de jogabilidade!

Agora, ao contrário dos outros 2 jogos anteriores, ao acabar a campanha principal do Shadow of the Tomb Raider, o jogador desbloqueia a opção "Novo Jogo+" que consiste em repetir o jogo sem perder nenhum progresso feito anteriormente, isto é, o jogador manterá todas as habilidades dominadas, roupas, armas, melhoramentos de armas e todo o equipamento adquirido na primeira conclusão da história.

Ao concluir o jogo, o jogador desbloqueia não só 1 opção, mas sim, 3 opções do modo "Novo Jogo+", dando ao jogador a oportunidade de escolher entre as seguintes opções:

 O CAMINHO DA SERPENTE 

"A jogabilidade apresenta uma ênfase na furtividade e subterfúgio. Derrote os inimigos usando sons e iscos para semear o caos entre os adversários. A lama e a camuflagem permitem ataques aos inimigos antes de voltar para as sombras."

 O CAMINHO DO JAGUAR 

"A jogabilidade apresenta uma ênfase na caça e combate. Derrube os seus inimigos com uma ferocidade incomparável. A sua agilidade e destreza de longo alcance derrotam os adversários com eliminações com a faca."

 O CAMINHO DA ÁGUIA 

"A jogabilidade apresenta uma ênfase na travessia e desenvoltura. Observe os seus inimigos de longe, explorando o seu próximo ataque. Atravesse com facilidade, atacando inimigos de longo alcance."

Para além destas 3 opções, o jogador receberá recompensas exclusivas de cada modo de "Novo Jogo+", como habilidades de maestria únicas, como "Furia do Jaguar" e "Visão de Águia". Para além das novas habilidades, conforme o modo escolhido, o jogador poderá adquirir novas armas e roupas únicas e ligadas ao tema de cada modo. 
Resumindo, se quiser desbloquear todos os conteúdos do jogo terá de concluir a campanha principal pelo menos 4 vezes, por isso vamos ter muitas coisas para descobrir e redescobrir no jogo que promete ser um dos melhores jogos Tomb Raider! O quão entusiasmado está para jogar o Shadow of the Tomb Raider? Nós jogámos as suas quatro primeiras horas e adorámos o jogo, leia as nossas impressões no nosso artigo especial, AQUI!

Fique atento ao CROFT PT caso surjam novas novidades! Siga-nos, também, nas nossas redes sociais:

Na passada sexta-feira, o CROFT PT teve a oportunidade de jogar cerca de 4 horas do mais recente jogo, Shadow of the Tomb Raider,...


Na passada sexta-feira, o CROFT PT teve a oportunidade de jogar cerca de 4 horas do mais recente jogo, Shadow of the Tomb Raider, num evento privado destinado apenas para os fansites oficiais portugueses em Lisboa, Portugal. Mas, antes de passármos às impressões, gostaríamos de fazer um agradecimento à Square Enix, Crystal Dynamics, Eidos Montréal e em especial à Meagan Marie, a Gerente da Comunidade, por nos ter feito este convite e por nos ter recebido de forma tão amigável e generosa!

O evento decorreu no Olissippo Lapa Palace, onde nós, administradores dos fansites oficiais, jogámos as 4 primeiras horas do Shadow of the Tomb Raider. Os primeiros 15 minutos do demo/jogo foram recentemente divulgados pela IGN, como muitos de vocês já devem saber, por isso não vamos falar dessa secção neste artigo. Em vez disso vamos partilhar o vídeo para que possa ver como o jogo começa, se assim o desejar. O nosso artigo não contém spoilers em relação à história do jogo, porque sabemos que é algo que alguns dos nossos seguidores preferem evitar e também porque vale muito a pena experienciar a nova aventura da Lara pela primeira vez, ao jogar.

 IMPRESSÕES 

 MENU DO JOGO 

O menu do demo, que provávelmente será o mesmo menu da versão final do jogo, segue a mesma dinâmica dos 2 jogos anteriores, por ser possível explorar o cenário ao abrir os diferentes separadores do menu. O menu é composto por um cenário de selva, onde a Lara está escondida e preparada para atacar 2 soldados da Trindade, como se pode ver na imagem seguinte.


Quando se clica no botão "Start demo" (Começar o Demo), o ângulo da câmara muda e foca num jaguar, que será o maior predador do jogo.


 GRÁFICOS 

Muitos fãs reclamaram em relação aos gráficos do jogo, que pareciam ter regredido em comparação com o jogo anterior, Rise of the Tomb Raider. No entanto, era preciso ter noção que as imagens que foram divulgadas era de um trabalho ainda em curso e como era de esperar, notar-se-iam mudanças possitivas no jogo ao longo do tempo. Notámos uma melhoria nos gráficos, como por exemplo, texturas com mais resolução, alguns materiais mais realistas, adição de detalhes em alguns cenários, etc. O jogo graficalmente está espetacular, especialmente no segmento da selva que nós jogámos. É um jogo cheio de detalhes!

 ANIMAÇÕES 

Em geral, as animações do jogo estão ainda melhores que as do jogo anterior, dando destaque às expressões faciais. É impressionante o realismo das animações faciais da Lara, não só por parecerem naturais, mas também por darem uma credibilidade maior à emoção da personagem. 

 GAMEPLAY  (PODE CONTER ALGUNS SPOILERS) 

Como dito anteriormente, a IGN divulgou os primeiros 15 minutos do jogo, por isso não vamos falar dessa parte do demo, mas sim partilhar o vídeo dos mesmos.


Antes de mais, é importante dizer que jogámos o jogo no modo de dificuldade "One with the Jungle", que consiste em ter o combate no modo normal e a exploração e os puzzles no modo difícil, por isso tudo o que for comentado, daqui para a frente, é com base nessa dificuldade.

Após a introdução na cidade de Cozumel, a Lara dirige-se para a selva. Há várias habilidades do jogo anterior que a Lara é capaz de executar desde o ínicio do demo, como por exemplo, lançar o machado com a corda para se pendurar e subir (ou descer). 

A partir do momento em que a Lara chega à selva, parece que estamos a jogar um dos jogos clássicos Tomb Raider. Espaços grandes, com muita coisa para explorar e sem qualquer indicação por onde ir. A floresta era tão densa que facilmente nos perdemos umas 2/3 vezes e era sempre uma surpresa e uma satisfação encontrar a entrada de uma cripta ou túmulo, porque desta vez são mais difíceis de encontrar! Os puzzles são desafiantes, especialmente no modo de dificuldade que nós selecionámos, pois os instintos de sobrevivência não destacam nada e a Lara não faz nenhum tipo de comentário do que é necessário fazer. Desta vez é preciso prestar atenção a todos os detalhes do cenário, porque alguns dos mecanismos, como por exemplo, as manivelas, passam facilmente despercebidas. As alavancas estão de volta neste novo jogo Tomb Raider e as corridas contra o tempo também. 

Desta vez o amigo de Lara, Jonah, vai estar muito mais presente na história do jogo, fazendo-lhe companhia ao longo da deslumbrante e perigosa selva. Agora, o Jonah ajuda a Lara a resolver alguns puzzles e a lutar contra os soldados da Trindade. A relação entre os 2 personagens está muito bem escrita, porque mostra a amizade verdadeira que ambos têm e também uma grande evolução na personalidade tanto da Lara como também do Jonah. Se já gostava do Jonah, é capaz de ficar a gostar ainda mais do personagem!

Quando o predador principal do jogo, o jaguar, é introduzido, rapidamente ficamos impressionados com o animal. O jaguar tem uma IA diferente dos leopardos ou até mesmo do  urso, que é o predador principal do Rise of the Tomb Raider. Agora é preciso ter uma destreza maior, porque o jaguar ataca rápido e esconde-se nos arbustos, ficando difícil de lhe acertar com o arco e/ou as armas.

Parece que as poções (excluídas) do Angel of Darkness estão de volta! Agora a Lara consegue criar poções de percepção e de foco, utilizando recursos que encontra na selva.

 EFEITOS SONOROS 

Os efeitos sonoros do Shadow of the Tomb Raider são magníficos e devem receber o seu devido destaque. Quer seja na cidade de Cozumel ou na selva, o jogador tem uma experiência bastante imersiva em termos sonoros. Todos os efeitos sonoros encaixam na perfeição e a selva ganha vida com todos os sons dos animais, plantas e elementos naturais.

 ROUPAS 

Para os mais interessados, o separador das roupas continha 2 roupas (a principal e a roupa que a Lara usa no túmulo de Cozumel). É possível escolher a combinação da parte superior e inferior da roupa e adicionar alguns acessórios às botas da Lara. Agora a recompensa das criptas são peças de roupa, em fez de peças de armas como no Rise of the Tomb Raider, mas para serem usadas a Lara precisa de recolher recursos para consertar as roupas danificadas. Também existem roupas de corpo inteiro, onde não é possível fazer combinações.

 CURIOSIDADES 

No evento estavam expostos 2 cartazes da capa do jogo, totalmente em português europeu. Já sabemos que o jogo vai ter novamente tradução em português brasileiro, mas talvez haja a possibilidade do jogo ter uma tradução em português europeu, pela primeira vez. Infelizmente não foi possível alterar o idioma do jogo, visto que só estava disponível o idioma original, mas se tivermos novas novidades sobre este assunto, pode ficar descansado, porque nós vamos informá-lo assim que tivermos autorização por parte da Square Enix! 

 CONCLUSÃO 

Shadow of the Tomb Raider é sem duvida alguma o melhor jogo da trilogia! As personagens estão mais interessantes, a personalidade da Lara está muito melhor, a essência Tomb Raider está a voltar à saga e nós mal podemos esperar para jogar a versão completa do jogo!

Shadow of the Tomb Raider tem data de lançamento marcada para o dia 14 de Setembro de 2018, mas se comprar, agora, uma das edições especiais pode começar a jogar o jogo dois dias antes!

Obrigado por ler o nosso artigo e não se esqueça de visitar e de nos seguir nas nossas redes sociais!

FACEBOOK | INSTAGRAM | YOUTUBE | TWITTER | DEVIANTART


Na passada 3ª feira, dia 12 de Junho, os membros dos fansites oficiais tiveram a oportunidade de fazer perguntas sobre o Shadow of the T...


Na passada 3ª feira, dia 12 de Junho, os membros dos fansites oficiais tiveram a oportunidade de fazer perguntas sobre o Shadow of the Tomb Raider ao director do jogo, Daniel Chayer-Bisson, através de um Q&A privado. Antes de mais, queremos agradecer à Crystal Dynamics e à Eidos-Montréal por esta oportunidade! Leia agora as perguntas e respostas, traduzidas em português:

 1. Qual é a inovação mais desafiante que foi implementada no novo jogo Tomb Raider? 

Houve muitas coisas que nós implementámos, algumas delas relacionadas com a tecnologia. Por exemplo, a iluminação, nós aprimorámos o sistema de iluminação para obter um resultamos mais natural. A luz agora pode perfurar a vegetação e também a água, criando reflexos que tornam a água bonita. Era muito importante para nós, porque é uma abordagem artística muito diferente neste Tomb Raider, por ser mais colorido, por ser a selva, é um ambiente muito mais vívido.

A segunda adição em termos tecnológicos, com a interação da personagens, foi a vegetação. Há movimento em tudo. Toda a vegetação mexe conforme a interação sejam animais, o jogador, IA's (Inteligência Artificial, que corresponde aos outros personagens não jogáveis) ou seja o que for. A vegetação irá mover-se caso haja alguma interação com a mesma.

Em relação ao gameplay, se prestaram atenção ao trailer, nós introduzimos a habilidade de fazer rapel e a forma de explorar o mundo. Uma das coisas que nós fizemos foi repensar como desenvolver o ambiente, o mundo. Por isso, um dos desafios ao construí-lo foi em relação à escalada, que nunca foi pensada para ser feita apenas a descer. Foi sempre descer para um nível inferior ou subir para um nível superior e arranjar forma de chegar ao objectivo. Portanto, uma das coisas que era importante para nós era oferecer um maior controlo da situação à Lara, por conseguir subir e descer no cenário, por esse motivo, o design dos níveis foi realizado a pensar no elemento da verticalidade.

Uma das grandes, grandes coisas que nós fizemos foi criar, o que nós chamamos de mundo vivo. Isso foi algo muito, muito, muito difícil para nós, porque o engine na altura não suportava tantos personagens no ecrã no tamanho do hub que tínhamos construído, por isso foi muito importante para nós termos conseguido ultrapassar essa limitação. Eu diria que é 1,5x maior que o maior hub do Rise e por haver verticalidade, por conseguir explorar debaixo de água e acima da superfície, é maior do que nunca. Por isso foi muito, muito desafiante conseguir fazer isso, para podermos ter o factor social.


 2. Os acampamentos estão de volta? 

É claro que vamos manter os acampamentos, eles fazem parte da franquia da história de origem e da jogabilidade central, mas desta vez tentamos progredi-los. Nós chamamo-los de acampamentos sociais, por haver pessoas a partilhar o mesmo acampamento com o jogador, porque ter a Lara a ter uma conversa com as pessoas é muito importante neste jogo, para que podamos saber o que se passa na mente da Lara, no que ela pensa e como ela se sente.

O sistema dos acampamentos está de volta? Claro que sim, mas o jogo terá uma nova abordagem em relação aos mesmos. Conforme a dificuldade de exploração, nós quisemos que o jogador tivesse muito mais liberdade para explorar e não apenas seguir em frente, pelo caminho que foi estabelecido. O que nós fizemos foi deixar os acampamentos por acender, no modo normal de dificuldade. Alguns dos acampamentos vão estar acesos, mas a maior parte deles não. O jogador terá de os acender e não será preciso usar recursos para o fazer, desta forma poderão ver o caminho que fizeram ao explorarem o cenário, o que ajuda bastante pois saberão que zonas já exploraram.

No modo mais difícil de dificuldade será bastante semelhante, mas terão de usar recursos. No entanto, os acampamentos continuam a ser o local onde farão upgrades e melhoramentos das armas e desbloquearam novas habilidades.

 3. Haverá algum equilíbrio entre a possível ação, durante o gameplay? 

No reboot de 2013, foi a primeira vez que nós utilizámos este tipo de combate,  no jogo. No Rise o foco era trazer de volta os túmulos. Este jogo é mais sobre o equilíbrio entre os puzzles, o combate e a exploração. Este é um aspecto importante para a equipa, por se tratar do nosso foco, por isso quando planeamos o jogo e quando estávamos a pensar nos conceitos, declaramos que teriamos de respeitar a regra de ter no mínimo 1/3 (um terço) para cada um destes elementos, no jogo.


 4. Ouvimos dizer que o Shadow of the Tomb Raider é o jogo mais difícil até agora. Pode explicar em que sentido? 

Quando estávamos a ter ideias para o jogo, nós dissemos a nós próprios que teríamos de ser mais desafiantes em termos de como o jogador explora o mundo. Por esse motivo, existe agora a opção de dificuldade para os puzzles, a exploração e o combate. Por exemplo, se estiverem a jogar no modo fácil da exploração... Lembram-se da tinta branca presente no Rise of the Tomb Raider? O Shadow continua a ter essa tinta, mas apenas no modo fácil. No modo normal a tinta mistura-se com o ambiente e é mais despercebida. No modo difícil não existe tinta branca.

Nós quisemos oferecer a ideia de puzzle na exploração, imaginem estarem a jogar e "Eu posso fazer rapel para ir ali para baixo? Posso fazer isto? Isto é uma loucura.". A mesma coisa para as sequências debaixo de água. Encontrem o vosso caminho.

Vocês lembram-se que no Rise a Lara dizia "Oh, eu devia fazer isto." durante os puzzles? Se jogassem no modo normal ela diria "Oh wow, eu preciso de resolver isto.". No Shadow of the Tomb Raider o modo fácil vai ser parecido ao Rise nesse aspeto. Ela vai exatamente o que fazer e se usarem o instintos de sobrevivência, no modo fácil, o próximo fica destacado a azul e os restantes a dourado. Se jogarem no modo normal fica tudo a dourado e se jogarem no modo difícil não haverá nada destacado. Terão de descobrir por conta própria. O combate é mais difícil no modo normal, porque agora terão de manufacturar muito mais a munição e não encontraram muita pelo mapa. É por isso que é muito importante para nós que consigam criar a vossa experiência de jogo, ao vosso gosto. Se não gostarem do combate, podem metê-lo no modo fácil, se quiserem puzzles difíceis, podem metê-lo mais complicados no modo difícil, criando assim a vossa própria experiência.


 5. Quanto trabalho a Crystal Dynamics fez antes do jogo ser liderado pela Eidos Montréal? 

Eu fui o diretor do jogo Tomb Raider de 2013, eu trabalho na franquia há 8 anos. Eu estava na Crystal Dynamics, na altura, e a meio da produção do Rise eu voltei para Montréal, porque a minha esposa amava o frio.

Era importante que a Crystal Dynamics continuasse a fazer parte da equipa quando a produção do Shadow começou. Eu trabalhei muito com o Noah Hughes, que foi o meu parceiro no jogo de 2013. Ele ficou com o meu cargo na produção do Rise e eu fiquei a liderar a do Shadow.

 6. Haverá alguma referência ao enredo dos jogos anteriores? 

Essa é uma boa pergunta. Eu diria que sim, para aqueles que jogaram os jogos anteriores. Existem algumas referências, mas é importante salientar que este jogo pode ser jogado sem terem jogado os jogos anteriores primeiro. Foi algo importante para a equipa que o jogador pudesse decidir saltar para os jogos anteriores e jogar este novo, com esta versão da Lara, caso o quisesse fazer.

Mas haverão momentos em que a Lara falará com o Jonah sobre eventos dos jogos anteriores e quem jogou os jogos ficará com um sorriso na cara e dirá "Meu deus, eles mencionaram isso!". Muito importante sim, mas não é o centro do enredo do novo jogo.

 7. Segundo a descrição do Guia de Coleccionador, haverão mais opções de personalização. Vamos poder personalizar, com mais profundidade, as roupas (parte superior e inferior da roupa) e o equipamento, como por exemplo, que tipo de machados e aljava queremos que a Lara use? 

Essa é uma excelente pergunta! Sim, a personalização aumentou, porque uma das coisas que nós queríamos fazer quando começámos a pensar no jogo, ou seja, há 3 anos e meio atrás, era a possibilidade de oferecer uma experiência onde cada jogador personalizava a Lara a seu gosto. Se quiserem uma Lara mais eficiente em combate, podem torná-la mais capaz nesse aspeto.

Querem uma Lara muito mais focada na exploração, podem torná-la apta para tal. Querem uma Lara mais culta em técnicas de sobrevivência e capaz de se camuflar e conquistar a selva, podem evolui-la nesse sentido. Era algo importante para nós, por isso sim, vão poder combinar ou misturar peças de roupa e as mesmas terão bónus de jogabilidade (como no Rise of the Tomb Raider, mas com mais diversidade).

 8. A Lara é mais experiente no Shadow of the Tomb Raider. Foi difícil relacionar esse facto com o jogador? 

Foi muito importante que não só a evoluíssemos visualmente, mas também a forma como ela experiência o perigo. Ela não reclamará tanto das coisas que acontecem à sua volta, porque ela é mais precisa. Eu diria que foi difícil conseguir relacioná-la ao jogador. Quando o conseguimos fazer foi excelente, mas tivemos de pensar muito bem nela e como ela também se expressa quando ela se mete numa situação difícil ou quando está relaxada sentada numa mesa. É importante fazer o jogador sentir isso.


 9. O que destaca o Shadow of the Tomb Raider perante a competição? 

O sentimento de poder ir para qualquer lado, podem fazem tudo. Se vêm um local que querem explorar, não existe nenhuma parede invisível que vos impedirá de ir até lá. Para nós foi a mesma coisa, poder puxar tudo ao limite. Vocês sentir-se-ão muito mais livres, vão poder fazer coisas que pensariam não ser possível fazer, por isso esse aspecto era importante para nós. Meter um foco no enredo foi muito, muito importante, porque esta é a jornada pessoal da Lara. Foi importante mostrar um lado bondoso e divertido da Lara neste jogo, porque não será um jogo sombrio o tempo todo. Há momentos sombrios, mas também momentos divertidos. Para nós, ao olhar para o produto, trata-se mesmo do sentimento de liberdade.

 10. Que aspectos reconhecíveis da Lara fazem parte desta versão da personagem, para que a possamos ver crescer na Lara que conhecemos e amamos? 

O facto dela dizer umas piadas de vez em quando e a roupa, a roupa táctica que ela usa, com o top azul foram feitos propositadamente para que fosse possível ver essa evolução. A mesma coisa para as calças, há umas coisas, das quais eu não posso falar, que acontecem ao longo do jogo, mas uma das principais coisas era representar visualmente e mentalmente que ela está a evoluir. Eu diria, também, que o mundo é mais reminiscente, porque ela consegue aguentar com os perigos que o mesmo possui e muito dos puzzles farão com que as pessoas digam "Oh meu deus, isto parece tanto um Tomb Raider clássico!".

 11. Uma parte da comunidade de fãs está preocupada por Shadow of the Tomb Raider ser semelhante aos 2 jogos anteriores. O que há de novo? 

Sim, essa é uma pergunta muito boa. Eu só quero dizer que as pessoas só reagem dessa forma, porque as imagens que nós mostrámos são do início do jogo e existem muitos tutoriais (por estarmos no fim da trilogia, a Lara terá com um comportamento semelhante aos 2 jogos anteriores), por isso quando é preciso ensinar aos jogadores como andar, saltar e escalar é claro que haverão semelhanças.

Então o que mudou? Existem muitas mecânicas novas. Vocês já viram algumas delas. Uma das coisas importantes é como vocês experienciam a exploração, que é bastante diferente. Se forem para debaixo de água no Rise, era uma experiência completamente diferente, vocês mergulhavam mas só conseguiam nadar à superfície, era apenas ir de um ponto a outro.

Uma das coisas que nós quisemos fazer, porque nós damo-vos ouvidos, foi criar momentos subaquáticos que relembrassem o Tomb Raider 1 quando mergulhassem e os vissem pela primeira vez. Haverão elementos que vão achar bem diferentes em relação aos que já foi feitos anteriormente.

Outro elemento que é novo é o próprio hub. Nós perguntámos a nós próprios como poderíamos mudar o combate, como o criaríamos se o jogador não gostar e o quiser evitar, que variedade de ferramentas poderiam ser usadas... A Lara, como sabem, agora consegue manter-se escondida o tempo todo, por isso têm várias alternativas em relação ao combate.

Ela também consegue incutir o medo , por isso há uma dinâmica diferente nesse aspecto. A mesma dinâmica acontece com o que chamamos de Lara Inteligente e Versátil. Antes vocês tinham a arma #1 com a parte #1, parte #2, parte #3... Nós deixámos isso de parte e metemos o foco em arranjar a própria arma e os próprios upgrades.

Agora também existe o elemento social, que eu falei anteriormente. A economia também está completamente diferente, agora podem comprar armas e muitas outras coisas nas lojas. Esperem até jogarem e verão como é bastante diferente. 


 12. Como está a IA (Inteligência Artifical) do jogo? 

Nós melhorámos não só os soldados da Trindade, como também os animais que encontrarão no Shadow of the Tomb Raider. Vou falar do jaguar, por exemplo. Nós refizemos por completo o comportamento do jaguar e a sua IA, comparado com o que foi feito nos 2 jogos anteriores, por exemplo, o urso do Rise, nós queríamos um animal muito mais esperto. O jaguar usa o ambiente para desaparecer. O primeiro encontro que a Lara tem com um jaguar é muito assustador, vocês vão na expressão dela que ela vai se mentalizar que terá de lutar contra aquilo e depois ela aprende como o jaguar usa a sua esperteza para desaparecer na selva e para entender o padrão da presa e atacá-la de seguida.

É por isso que é importante saber jogar com o medo e camuflar-se na selva para enganar os soldados da Trindade e perceber o seu padrão para eliminá-los e para conseguirem fazer isso tivemos de melhorar a IA.

 13. O Shadow of the Tomb Raider toma em consideração tudo o que acontece nos comics e livros? 

Nós tentamos respeitar ao máximo nesse aspecto, é por isso que estamos a trabalhar em conjunto com o Noah, porque ele é agora o director da franquia. A nossa equipa de redação trabalha em conjunto com ele. Existem algumas coisas que nós referenciamos no jogo, mas como não faz parte do foco principal da história é normal que passe despercebido, porque umas das coisas importantes é que o jogo possa ser jogado pelo maior número de pessoas possível.

 14. Como é o sistema de aprendizagem? A Lara aprenderá a cultura de modo a poder juntar as pistas ou é focado apenas em conhecer os factos históricos? 

Existe a situação presente da cultura, existe o seu passado, a sua mitologia e as coisas em que a mesma acredita. Se quiserem aprender mais, podem interagir imenso com os nativos, mas poderão ouvir conversas, interagir e prestar atenção ao que eles têm a dizer. Às vezes poderão dar pistas para elementos de jogabilidade e para túmulos opcionais, porque nós queríamos ter a certeza que até os túmulos opcionais fazem parte da mesma mitologia do mundo em que a Lara se encontra. Por isso, se estiverem em Paititi, por exemplo, os túmulos opcionais serão sobre o passado das pessoas de lá.

Por isso, é muito importante para nós que consigam aprender muito, porque há coisas muito interessantes sobre a cultura. Nós trabalhámos com um historiador no início, para criar o mundo e linguística do idioma. Os nativos vão estar a falar no idioma escolhido pelo jogador, mas existe um modo no menu onde podem ter uma imersão total, fazendo com que falem a língua nativa.


Gostaram das novas opções que o jogo terá disponível? Mal podemos esperar para jogar o jogo completo! Fique atento ao CROFT PT para mais novidades sobre Shadow of the Tomb Raider.

Ontem, na conferência da Microsoft/Xbox, foi divulgado o primeiro trailer com gameplay do novo jogo, Shadow of the Tomb Raider. Hoje...


Ontem, na conferência da Microsoft/Xbox, foi divulgado o primeiro trailer com gameplay do novo jogo, Shadow of the Tomb Raider. Hoje, a Lara marcou a sua presença na conferência da Square Enix, apresentando a cutscene inicial do jogo, um pequeno demo a demonstrar as novas mecânicas de combate e por fim uma pequena montagem com momentos intensos que ocorrerão ao longo da história do jogo.


Mas as boas notícias não terminam por aqui! Há poucos minutos, no canal do Youtbe da Nvidia, foi divulgado um segundo demo a demonstrar, desta vez, as mecânicas de exploração. Este segundo demo é uma parte da mesma demonstração que estava disponível para os convidados dos eventos de revelação jogarem, no passado dia 27 de Abril.


Os eventos da E3 em que a Lara estará presente ainda não acabaram e já foram divulgadas muitas  imagens novas do jogo e a melhor parte é que ainda poderão haver novos conteúdos inéditos nos próximos dias, por isso, fique atento ao CROFT PT para ficar a par de todas as novidades!

FACEBOOK | INSTAGRAM | YOUTUBE | TWITTER | DEVIANTART

Após uma longa espera podemos, finalmente, ver as primeiras imagens de gameplay no novo jogo, Shadow of the Tomb Raider! Para além de um...


Após uma longa espera podemos, finalmente, ver as primeiras imagens de gameplay no novo jogo, Shadow of the Tomb Raider! Para além de um novo trailer, foram divulgadas também novas screenshots e concept arts incríveis!

 NOVO TRAILER 

De seguida pode ver o novo trailer do jogo, legendado em português! É possível ver novas mecânicas de jogo e uma grande diversidade de cenários! Shadow of the Tomb Raider demonstra ser um verdadeiro jogo "Tomb Raider".


 SCREENSHOTS 

Foram divulgadas 9 novas screenshots do jogo. Dê uma olhadela!

Foram ainda divulgadas, 10 novas artes conceituais do jogo!